domingo, 27 de agosto de 2017

Hola México!

Alo!

Este ano Agosto foi o predileto, o mês escolhido para a viagem em família e o destino foi...tambores ressoam...o MÉXICO! Já lá tinha ido e é um destino fantástico para descansar e descontrair, as pessoas são muito simpáticas e prestáveis, pois como devem calcular é um país que vive em grande parte do turismo e, por isso os turistas são o foco de toda cena.

A maior parte da costa mexicana é percorrida de Resorts atrás de Resorts, cada um com mais estrelas e facilidades do que o outro, especialmente na zona onde estive desta vez: Playa del Carmen na Riviera Maya, próximo de Cancún. 





Aparte os Resorts é um país muito bonito, com imensa vegetação tropical caraterizada pela sua imponência, densidade, formas sinuosas e extremamente verde. E, claro, não menos fascinante as suas praias paradisíacas de água morna, limpa e em tons de verde e azul que me fazem lembrar as auroras boreais espelhadas na imensidão. Snorkelling, canoagem e bodysurf são atividades que têm facilmente à vossa disposição. No meu caso, fiz snorkelling, onde vi peixinhos coloridos listados muito bonitinhos, e canoagem.





Para quem gosta de conhecer e explorar como nós, programas que proporcionem experiências diferentes é o que não falta na Riviera Maya: com grutas e aldeias Maya - o povo Maya habitava no México antes da chegada dos Espanhóis à América Central -, subidas de rios de água salgada que desembocam no mar, piscinas naturais, contacto com animais marinhos e muito, muito mais.

Além disso, é um destino com muito comércio artesanal, sendo característicos: os cerâmicos e esculturas de madeira com padrões arrojados e coloridos, assim como bolsinhas e malas, e ainda os tão conhecidos sombreros e as bem ditas maracas. No artesanato mexicano é frequente o uso de caveiras, conhecidas por caveiras mexicanas. Estas estão relacionadas com a cultura dos povos Maya entre outros, como os Incas e os Astecas, que guardavam o crânio dos seus antepassados, pois consideravam cabeça a parte mais importante do corpo, aquela que guarda as memórias. Atualmente, a caveira mexicana simboliza a vida e é usada para relembrar e homenagear pessoas que já faleceram.


Bem, o que acharam deste país maravilhoso que tive a oportunidade de visitar pela segunda vez? Com vontade de dar uma escapadinha ao México?


xoxo,
Lua