terça-feira, 26 de janeiro de 2016

Laugh Out Loud

Juro que não sei o que se passa comigo, ultimamente há dias em que não consigo conter o riso, riu de tudo e mais alguma coisa.

Fico doida comigo mesma e com a minha felicidade...mas juro, juro mesmo, que não consigo simplesmente não rir!


Chega a ser absolutamente desconcertante quando, por exemplo, alguém no metro está com aquela cara de enterro de quem saltou da cama, e que mesmo assim vai chegar atrasado/a, com uma ponta de cabelo para um lado e outra para o outro e a adormecer e acordar em todas as estações ou quando, por outro lado (pior), vais almoçar com uma amiga e no preciso momento em que está contar-te algo de importante e sério e tu não consegues parar de olhar para um bocadinho de alface que ela tem no dente...e ris-te, simplesmente ris-te, que otária que sou!

Contudo, antes chorar de tanto rir do que sorrir com vontade de chorar! 




P.S.: Já não escrevia há algum tempo, mil desculpas por tal!