segunda-feira, 7 de dezembro de 2015

#thoughts

As manhãs têm estado encobertas, o nevoeiro insiste em tornar o meu início de dia mais cinzento, escuro e triste...e o pior é que isso só enfatiza a minha última derrota nas relações conjugais!

A amizade pós namoro é um ADEUS mais discreto, como diz a música, e é verdade, para minha grande tristeza...mas como posso pedir a alguém que goste de mim apenas como uma amiga, uma irmã, quando ele ainda tem esperanças que eu mude de ideias?

Os filmes românticos, que antes achava absolutamente absurdos, demostram a banalidade das relações amorosas, incluindo a minha (passada), isso irrita-me!


quinta-feira, 26 de novembro de 2015

Winter Mornings

Finalmente chegou o frio, e desta vez parece que veio para ficar!
Adoro a brisa outonal e refrescante pela madrugada, quando saio de casa, adoro o conforto aderente aos casacos forrados a lã, os cachecóis, os gorros e as luvas.


segunda-feira, 2 de novembro de 2015

all round the world

Aqui estão algumas fotografias duma das melhores viagens que fiz até agora: Kandersteg, nos Alpes Suiços


Fui numa atividade escutista e o espírito esteve em alta, especialmente em campo...que saudades que tenho deste lugar fantástico, destas paisagens, desta atividade, da comunidade 2014/2015, da equipa de animação...de TUDO! 
Quero voltar, quero ficar! 


domingo, 18 de outubro de 2015

um ritual

De acordo com o dicionário português, a palavra ritual diz respeito a um conjunto de regras ou procedimentos que devem ser seguidos num acto solene ou formal.

Será que valem a pena?
Quando temos o costume de fazer um dado "ritual" com intenção de dár-nos sorte, para que corra tudo bem e como é esperamos, é óbvio que na altura não pensamos quanto ridículo é mas, na prática, é à vontade que temos em nós à qual nos devemos agarrar enquanto as condições à nossa volta são promissoras, ou antes que alguém a sugue...milagres não existem! Todos temos que lutar pelos nossos sonhos e ambições, isso é certo.

Por outro lado, a verdade é que nem sempre estes "rituais" são assim tão inúteis, geralmente quem os pratica acredita que só com eles alcançará as suas metas, logo dão uma força extra para a realização da vontade!Todos nós temos os nossos "rituais", uns voluntários outros não, uns mais obscuros outros menos. E isso é ótimo: dão-nos força! Só não nos podemos encostar a sombra da bananeira a ver a vida passar e à espera que caia alguma dádiva do Céu!